menu
  • Arquivo
  • Efeitos do tempo
    01 Maio 2013
    ,
    Filmes diapositivos das décadas de 1950-60 assemelham-se a filtros digitais contemporâneos

    Com os novos aplicativos das plataformas digitais, usar e perceber filtros em imagens é bastante comum. As fotografias publicadas neste post poderiam facilmente ser confundidas com produtos de filtragem, ao exemplo do Instagram, filmes ultra violeta ou alteração digital de matiz. No entanto, são filmes diapositivos da marca Kodak, em formato 6 x 6.

    Uma forma frequente de deterioração encontrada nos acervos históricos é a alteração da cor. Isso se dá em diapositivos e negativos coloridos, pois os corantes usados nos suportes fílmicos são muito instáveis. De tal forma, os materiais coloridos sofrem mais que os P&B com os efeitos do tempo.

    Há poucas informações sobre estas imagens: tanto o fotógrafo quanto o autor das obras retratadas são desconhecidos. Sabe-se que integram o Subfundo MAM e estima-se que tenham sido produzidas nas décadas de 1950-60. 

    GERAL_01201.jpg

    GERAL_01191.jpg
    GERAL_01172.jpg
    Fernanda Curi Fernanda Araujo Curi é Arquiteta e Urbanista, Mestre em Museologia. Atualmente desenvolve a pesquisa "Parque Ibirapuera - 60 anos (1954-2014) Símbolo urbano, metáfora da urbanidade" no programa de Pós Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU USP e trabalha como Pesquisadora no Arquivo Wanda Svevo da Fundação Bienal de São Paulo.