Identidade Visual Equipe História Conselho e Diretoria

Sobre a Bienal

Criada em 1962, a Fundação Bienal de São Paulo está localizada no Parque do Ibirapuera, na cidade de São Paulo, em um pavilhão emblemático da arquitetura modernista brasileira, projetado por Oscar Niemeyer. É uma das mais influentes instituições internacionais de promoção da arte contemporânea e seu impacto no desenvolvimento das artes visuais brasileiras é notadamente reconhecido. Desde a sua primeira edição, em 1951, foram produzidas trinta Bienais, com a participação de aproximadamente 160 países, 67 mil obras, 14 mil artistas e 8 milhões de visitantes. As duas últimas Bienais atraíram mais de 500 mil visitantes em cada edição, além do público registrado nas itinerâncias realizadas em diversas cidades do país, que na 29ª Bienal foi de 230 mil visitantes e na 30ª Bienal foi de 185 mil visitantes.

Atuando como elo entre o Brasil e o cenário internacional, a Bienal não apenas apresenta aos diferentes públicos locais a produção artística contemporânea internacional, mas também atrai os olhares do mundo para a arte contemporânea produzida no país. Um dos papéis da Bienal é o de ser instrumento de educação e inserção social. Cada um de seus eventos recebe centenas de milhares de alunos e professores e amplia seu conhecimento e convivência com a arte. A instituição possui, desde 2010, um programa educativo permanente que atua não apenas em escolas e centros culturais da grande São Paulo, mas também realiza cursos para educadores nas cidades para onde leva suas mostras itinerantes. A Bienal também se dedica a outras iniciativas voltadas ao fomento e à difusão da arte contemporânea, assim como à preservação de sua memória. Desde 1995, ela é a instituição responsável pela representação oficial brasileira nas mostras de arte e de arquitetura da Biennale di Venezia e, desde 2011, realizou, nos intervalos entre as Bienais, uma grande mostra de arte contemporânea. A instituição ainda abriga um arquivo histórico de arte moderna e contemporânea que é referência na América Latina e recebe pesquisadores de todo o mundo.