Autoria: Elaine Ramos, Daniel Trench e Flávia Castanheira
"A proposta inicial do grupo de designers à frente da identidade visual da polêmica 28ª Bienal seria um conjunto de intervenções em serigrafia sobre os cartazes das Bienais anteriores, com a aplicação da marca da edição. A ideia refletia um impulso da curadoria de resgatar o arquivo histórico das Bienais - reforçado na instalação de uma biblioteca no espaço expositivo - e repensar os modelos dos eventos Bienais. A proposta sintetizou-se na intervenção única sobre o cartaz da 1ª edição, de autoria de Antônio Maluf, uma das principais referências para o curador Ivo Mesquita".