menu
  • Geral
  • 31ª Bienal
13 Outubro 2014
Histórias ao pé do baobá

O baobá é um ser que vive em torno de 6000 anos, talvez o mais antigo do planeta. Uma árvore que é testemunha dos tempos imemoriais e guardiã das histórias. Quais histórias, então, gostaríamos de contar para ele? Quais histórias gostaríamos que ele guardasse para contar às futuras gerações? O Grupo Contrafilé e Campus in Camps convidam a todos para ouvirem algumas histórias e conversarem sobre elas ao pé do baobá, ativando o projeto Mujawara da Árvore-Escola na #31Bienal.

25 de outubro, sábado • 14h30 - 17h30
O Retorno, com o Grupo Não em Nosso Nome
Vida e morte da árvore no antropoceno, com Pedro Cesarino

1 de novembro, sábado • 14h - 17h
Chamado da Terra, com MOPAT (Movimento Palestina para Todos)
A arte de sediar existência - uma história em defesa do território artístico e cultural, com Núcleo Bartolomeu de Depoimentos


15 de novembro, sábado • 14h - 17h
Palavras soltas no colo de um baobá, com Maurinete Lima
A árvore da vida e o baobá, com Peter Webb
Sou porque somos, com TC Silva






| imagens 1, 3 e 4: ©Leo Eloy / Fundação Bienal de São Paulo
| imagem 2: ©Sofia Colucci / Fundação Bienal de São Paulo

33ª Bienal de São Paulo
31 Outubro 2017
33ª Bienal de São Paulo
31 Outubro 2017
33ª Bienal de São Paulo
09 Junho 2017
32ª Bienal de São Paulo
21 Fevereiro 2017
32ª Bienal de São Paulo
02 Fevereiro 2017
32ª Bienal de São Paulo
26 Dezembro 2016