menu
  • Geral
  • 57 Bienal
06 Dezembro 2016
Jochen Volz é o curador da participação brasileira na 57ª Bienal de Veneza
Anúncio foi realizado nesta segunda-feira, 5 de dezembro, com as presenças do Ministro das Relações Exteriores e do diretor de Promoção Internacional do Ministério da Cultura.

A Fundação Bienal de São Paulo nomeou Jochen Volz como o curador da participação oficial brasileira na 57ª Bienal de Veneza, que acontece de 13 de maio a 26 de novembro de 2017.

Jochen Volz (1971, Braunschweig, Alemanha – vive em São Paulo) foi também o curador da 32ª Bienal de São Paulo (7 de setembro a 11 de dezembro de 2016). O crítico de arte dirigiu ainda a programação da Serpentine Galleries em Londres e atuou como diretor artístico do Instituto Inhotim. Foi curador do Portikus, em Frankfurt, cocurador da mostra internacional da 53ª Bienal de Veneza (2009) e da 1ª Aichi Triennial, em Nagoya (2010), e curador convidado da 27ª Bienal de São Paulo (2006).

Segundo Volz, Veneza é mundialmente reconhecida por ser uma plataforma que promove nas artes visuais a diversidade, o respeito e a liberdade, constituindo-se de um espaço plural de experimentação e educação. “Compartilhando uma aposta forte no potencial transformador da arte e da cultura, estou convencido que vamos organizar uma mostra que dialogará plenamente com as preocupações atuais de artistas do mundo todo”.

O anúncio do curador foi realizado nesta segunda-feira, 5 de dezembro, na Fundação Bienal, com as presenças do Ministro das Relações Exteriores, José Serra, do diretor de Promoção Internacional do Ministério da Cultura, Adam Muniz, que representou o Ministro da Cultura, Roberto Freire. O ato demonstra o estreitamento da parceria entre o Ministério das Relações Exteriores, o Minstério da Cultura e a Fundação Bienal.

Para o Ministro José Serra, “elemento imprescindível para a diplomacia cultural é a continuidade; somente com a difusão constante e permanente da produção cultural brasileira é possível atingir o objetivo maior de consolidação da imagem do Brasil. Neste sentido a participação contínua do Brasil na Bienal de Veneza é um sinal claro da relevância da promoção cultrual para a política externa brasileira”.

Na avaliação do Ministro Roberto Freire, “a repactuação desta parceria representa o esforço do Ministério da Cultura, do Ministério das Relações Exteriores e da Fundação Bienal na difusão da cultura brasileira em um dos maiores espaços de divulgação de arte do mundo, reforçando o interesse do Brasil em intensificar seus esforços para a internacionalização da cultura nacional”.

“A organização da participação brasileira nas Bienais de Veneza já faz parte da tradição da Fundação Bienal, uma instituição independente, respeitada internacionalmente e comprometida com o pensamento e a produção da arte contemporânea”, afirma Luis Terepins, comissário da exposição e Presidente da Fundação Bienal de São Paulo.

Sobre a participação brasileira na Bienal de Veneza 

O pavilhão do Brasil, construído em 1964, é o espaço no qual o próprio país escolhe e expõe artistas que a cada nova edição o representam. Desde 1995, a responsabilidade por essa escolha foi outorgada pelo governo Brasileiro à Fundação Bienal de São Paulo, a segunda mais antiga no gênero em todo o mundo. A partir da mesma data, as participações brasileiras no evento são organizadas em colaboração conjunta entre o Ministério das Relações Exteriores - mantenedor do pavilhão brasileiro -, o Ministério da Cultura – por meio do aporte de recursos da Fundação Nacional de Artes (Funarte) - e a Fundação Bienal de São Paulo - responsável pela escolha do curador e produção das mostras.

Participação do Brasil na 57. Esposizione Internazionale d'Arte – la Biennale di Venezia
de 13 de maio a 26 de novembro de 2017 
Comissário: Luis Terepins, Presidente da Fundação Bienal de São Paulo
Curador: Jochen Volz
Local: Pavilhão do Brasil Endereço: Giardini Castello, Padiglione Brasile, 30122 Veneza, Itália
Curador geral da 57. Esposizione Internazionale d'Arte – la Biennale di Venezia: Christine Macel

32ª Bienal de São Paulo
21 Fevereiro 2017
32ª Bienal de São Paulo
02 Fevereiro 2017
32ª Bienal de São Paulo
26 Dezembro 2016
32ª Bienal de São Paulo
20 Dezembro 2016
32ª Bienal de São Paulo
12 Dezembro 2016
32ª Bienal de São Paulo
28 Outubro 2016
32ª Bienal de São Paulo
18 Outubro 2016
32ª Bienal de São Paulo
17 Outubro 2016
32ª Bienal de São Paulo
06 Outubro 2016
32ª Bienal de São Paulo
05 Outubro 2016
32ª Bienal de São Paulo
23 Setembro 2016
32ª Bienal de São Paulo
23 Setembro 2016
32ª Bienal de São Paulo
20 Setembro 2016